×

Governo anuncia R$ 5,5 bi para universidades e institutos federais

Governo anuncia R$ 5,5 bi para universidades e institutos federais

O Ministério da Educação (MEC) vai destinar R$ 5 bilhões e meio de reais para a expansão das universidades e dos hospitais universitários federais. O investimento é parte do novo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Os recursos serão direcionados para a criação de 10 novos campi e melhorias na infraestrutura de todas as 69 universidades federais. Além disso, serão repassados recursos para 31 hospitais universitários da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), incluindo oito novas unidades.

O anúncio foi feito nesta segunda-feira, durante uma reunião do presidente Lula e ministros com reitores de Universidades e Institutos Federais, em Brasília.

Os novos campi serão construídos nas cidades de São Gabriel da Cachoeira, no Amazonas; Rurópolis, no Pará; Cidade Ocidental, em Goiás; Baturité, no Ceará; Estância, em Sergipe; Jequié, na Bahia; Sertânia, em Pernambuco; Ipatinga, em Minas Gerais; São José do Rio Preto, em São Paulo; e Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul. Os locais foram escolhidas com o objetivo de ampliar a oferta de vagas da educação superior em regiões com baixa cobertura de matrículas públicas.

O investimento também assegura a realização de 338 obras nas universidades públicas, incluindo a construção de salas de aula, laboratórios, auditórios, complexos esportivos e culturais, além da reforma ou construção de refeitórios e moradias para a assistência estudantil.

Além dos investimentos em obras, as instituições de ensino federais serão beneficiadas com novos recursos destinados ao funcionamento e à manutenção, que podem ser utilizados em despesas como contratos terceirizados, pagamento de água, luz e reparos de estruturas. Com a suplementação, as universidades terão um total de R$ 6,38 bilhões e os institutos federais R$ 2,72 bilhões para custeio em 2024.

O MEC também ampliou o Programa Bolsa Permanência em 5.600 novas vagas. Com isso, todos os estudantes indígenas e quilombolas de universidades e institutos federais passarão a ser atendidos pelo programa. Com a ampliação, a partir deste ano, a cobertura ultrapassará 18 mil beneficiários. O valor da bolsa para esse grupo de estudantes é de R$ 1.400.

Da Rede Nacional de Rádio