ORILDO SERVEGNINI, GANHA LIMINAR E PERMANECE NO CARGO

Juiz de Canoinhas Anulou a seção da câmara de vereadores de Major Vieira da última segunda-feira dia 21, o qual tinha decidido pelo afastamento do prefeito Orildo Servegnini, anulou também o decreto de posse do vice e os trabalhos da comissão, desempenhados até aqui, por entender que esta, não seguiu o rito correto para o seu afastamento. Desta forma o processo de cassação volta à estaca zero e se a comissão quiser dar continuidade deverá seguir o rito estipulado pela justiça.

Adilson Siqueira/Radio Castelense-Fm.

Entenda o caso:

A Câmara de Vereadores de Major Vieira aprovou por seis votos a dois na noite desta segunda-feira, 21, o afastamento de Orildo Severgnini (PMDB) do cargo de prefeito do Município. Eles se basearam em investigação da Comissão Processante que apresentou relatório preliminar na mesma sessão.
Segundo a denúncia apresentada pelo vice-prefeito, Adilson Lisczkovski (PSDB), Severgnini teria deixado de depositar no Fundo de Pensão dos Servidores Públicos o dinheiro descontado das folhas de pagamento.
O relatório final da comissão que investiga o caso será apresentado até o final do ano aos demais vereadores que, caso aprovem o relatório, Severgnini será afastado definitivamente neste mandato. Não há consenso sobre o próximo mandato.
Segundo o presidente da Câmara, Sidney Sphair, a Comissão ainda não notificou Servegnini do afastamento porque não o encontraram. Os vereadores entendem que o vice deve assumir imediatamente.

Fonte: Jmais

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: